PROVA VIA COMPUTADOR.

ENEM digital?

No dia 03 de julho de 2019, o senhor ministro da educação Abraham Weintraub anunciou que o ENEM de 2020 terá um piloto de uma versão digital. Os principais pontos dessa nova versão você pode ver logo abaixo.

Principais Mudanças ENEM – ENEM Digital 2020.

Prova na versão digital será via computador (Você deverá ir a um local de aplicação).

Tem por objetivo Sair do mundo analógico e passar para o mundo digital na questão de aplicação da prova.

O ENEM digital, em 2020, já valerá para a classificação. (Não foi informado a natureza desta classificação, não se sabe se valerá para o SISU, PROUNI)

Em 2019 já começam os preparativos  para a aplicação da nova versão do ENEM de 2020.

Prova ENEM digital: 11 e 18 de outubro de 2020.

Prova ENEM regular: 1 e 8 de novembro de 2020.

Prova de reaplicação em dezembro.

Em 2021 haverá duas aplicações digitais.

Em 2026 a prova regular será extinta.

Prova digital, poderá usar vídeos, infográficos, áudios enfim.

Prova adaptativa. (Poderá ter menos questões, pois na versão digital será possível avaliar o aluno com menos questões.)

É focada na reforma do ensino médio.

Para realizar a prova deverá ser feito um agendamento.

No decorrer do ano o local de aplicação da prova será mudado. Essa mudança visa aumentar a quantidade de municípios de aplicação.

Com as mudanças na base curricular do ensino médio, haverá maior chance de erro para provas impressas, pois  o exame levará em conta a formação do aluno.

Começa em 2020 com 50 mil inscritos em 15 cidades.

Múltiplas provas ao ano.

A redação será digitada. O Candidato já sairá com a prova corrigida, mas a redação levará um tempo para ser analisada.

Onde será feita a prova? Em locais com estrutura disponível (Não somente em universidades ou escolas). Ex: Laboratórios de informática , etc. O MEC não comprará computadores para a aplicação.

Motivos:

Atualização do modo de realização da prova. Outros países como EUA, já fazem a prova de maneira eletrônica.

Redução de custos (150 mil salas de aplicação).

Diminuir a logística aplicada ao ENEM. Tanto na parte da entrega como no recolhimento dos exames.

Diminuir a abstenção que hoje é de 25%.

Para tirar todas as dúvidas, sugerimos o vídeo abaixo.